Páginas

Saudade...

segunda-feira, maio 21, 2012

Quando se está com raiva existe a palavra, o grito, os argumentos e até a vontade de ficar longe.
Quando se está feliz existe o abraço, o carinho, o aconchego e as risadas compartilhadas.
Quando se está triste existem as lágrimas, o desabafo, a mão estendida e o ombro que vai amparar o rosto.
Quando se está com saudade, não existe nada… não há presença, cheiro, olhar, sorrisos, voz ou proximidade da pessoa que se quer ter perto.
                                                                                                                       Desconheço o autor , se souber identifique o em comentário



Ai a saudade...que nos deixa muda, nos mobiliza a quietude e só.

4 comentários:

Gabriela Castro Says:
00:50

O que consola, ou não, é que só se sente saudade daquilo que foi bom.

Susi, a Filha do Rei Says:
19:37

Vdd Gabriela, só sentimos saudade do que foi bom ou do que não pudemos viver.

Jens Says:
18:46

Pois é, Susi, às vezes parecemos botes navegando contra a corrente, impelidos incessantemente para o passado.
Há ocasiões em que tenho saudade do que não vivi, do beijo de amor que não roubei, da carta que não escrevi, da jura secreta que não fiz (como na música do Fagner). Mas, como diz outra música, saudade é coisa que dá e passa. Assim, vamos em frente.
Beijo pra você.

Dalva Says:
13:53

E nada pode suprir esta ausencia...
Bjs

Postar um comentário